domingo, 4 de setembro de 2011

A Alma e o Vendaval

A primavera se aproxima cheia de ausências: faltam flores nas janelas e esperança nos olhares. Sobram dores no peito que ama e falta espaço no quadro que não escrevo. Para onde vão os pensamentos que não se concretizam? Todo tesouro instiga a procura. Toda liberdade é felicidade e a flor que dança no vendaval representa minha alma sem saber pra onde ir.

2 comentários:

  1. é.. não saber onde ir é o doce sabor da feliz liberdade...agente nunca sabe das coisas mas as esperamos chegar

    ResponderExcluir
  2. Adorei !!!!!
    Me encantei !!!!!
    Voltarei sempre!!!!
    Bjinhos !!!!

    ResponderExcluir